fgrillo.net Blog do grillo

17Apr/090

Instalando fontes TrueType no OpenSuse 11.1

  • english
  • portuguese

Para instalar novas fontes TrueType (Microsoft ou as gratuítas) basta copiar os arquivos com extensão .ttf para a pasta /usr/share/fonts/truetype e em seguida rodar o seguinte comando em seu terminal:

$ sudo SuSEconfig

Ps. Para os desatentos, é preciso utilizar as letras maiúsculas como escrito acima!

Espero ter ajudado! 😉

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook

31Mar/092

Meu desktop bonito com gnome

  • english
  • portuguese

Não pude deixar de postar um screenshot do meu atual desktop. Acabei de configurar e deixar do jeito que me agrada:

My beautiful desktop

My beautiful desktop

Para os curiosos de plantão, a barra inferior usa o Cairo-dock, para efeitos eu uso o Compiz-Fusion, player de música que deixa a capa do desktop é o Exaile. Para programar uso Gedit com plugins e Bash :D. Papel de parede gratuíto da Panedia. Pra quem notou o camaleão, sou fã do OpenSuse, mas você pode fazer no seu sabor favorito de Linux!

Tudo isso numa tela de 22" com resolução de 1680x1050 (Recomendo esse tamanho de monitor, deixa qualquer programador feliz e consequentemente aumenta a produtividade)

Até a próxima.

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook

Tagged as: , , 2 Comments
11Jan/093

Instalando uma máquina virtual como servidor com o VirtualBox

  • english
  • portuguese

Depois de 4 meses sem internet em casa, cá estamos novamente! Dessa vez resolvi instalar o VirtualBox para explorar um pouco, já tive algumas experiências com ele a um tempo atrás e digamos que ele rodou Age of Empires 2 melhor do que o VMWare quando testei :D.

Para quem não conhece, o VirtualBox é um framework de virtualização desenvolvido pela innotek e comprado pela Sun, sim! a dona do MySQL, Java, OpenOffice entre muitos outros softwares famosos.

O objetivo desta empreitada foi instalar uma máquina virtual para utilizar como servidor para pequenos projetos e para aprender. Criei uma máquina com Debian Etch, sem interface gráfica sobre o VirtualBox instalando em um openSuse 11.0. Assim que terminou a instalalação do sistema, instalei o apache, mysql, ssh e companhia. Agora temos a parte interessante, como fazer o sistema hospedeiro acessar os servidores e aplicações instaladas na máquina virtual.

Com a interface de rede da máquina virtual configurada para NAT, basta adicionar as regras de mapeamento de portas entre o hospedeiro e a máquina virtualizada. Para acesso ao apache, teríamos a seguinte sequência de comandos (devem ser realizados com a máquina virtual desligada):

$ VBoxManage setextradata "Debian" "VBoxInternal/Devices/pcnet/0/LUN#0/Config/apache/Protocol" TCP

$ VBoxManage setextradata "Debian" "VBoxInternal/Devices/pcnet/0/LUN#0/Config/apache/GuestPort" 80

$ VBoxManage setextradata "Debian" "VBoxInternal/Devices/pcnet/0/LUN#0/Config/apache/HostPort" 8080

Feito isso, podemos ligar a máquina e testar! Se o apache estiver configurado e funcionando na máquina virtual, basta acessar http://localhost:8080 no sistema hospedeiro que você estará acessando uma página do servidor instalado na máquina virtual.

Nas linhas de comando acima o nome "Debian" refere-se ao nome dado a máquina virtual no VirtualBox, o trecho "apache" pode ser substituído por qualquer coisa, apenas descreve o nome da configuração e poderia ser trocado por "chuchu", por exemplo, e funcionaria da mesma forma. Também as portas utilizadas são exemplos do meu caso, mas podem ser trocadas pelas portas que achar melhor. O manual do VirtualBox nos lembra que em sistemas hospedeiros linux, as portas menores do que 1024 não poderão ser utilizadas no "HostPort" pois são reservadas para aplicações executadas pelo root e caso ocorra a máquina virtual não irá iniciar.

A única questão que não consegui resolver até o momento é o fato de não conseguir me conectar no mysql da máquina virtual e recebo a seguinte mensagem de erro:

ERROR 2013 (HY000): Lost connection to MySQL server at 'reading initial communication packet', system error: 0

Se alguém tiver alguma dica, por favor comente!

Até a próxima.

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook

Tagged as: 3 Comments
13Nov/080

Google e releases para linux.

  • english
  • portuguese

O que acontece com a gigante? Ultimamente tenho visto muitas notícias sobre softwares e features interessantes da Google, mas toda vez que vou atrás de alguma delas vejo a mensagem "This app is not yet available for Linux.".

Esse post é pra expressar minha frustração ao descobrir que o Gmail voice and video chat não está disponível para Linux!

Ainda não tive a oportunidade de testar, e além deste pequeno protesto fica o vídeo do voice and video chat:

Uma abraço a todos,
Filipe Grillo

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook

22Aug/080

Alternativas para aplicativos do KDE

Bom, eu sempre fui fã do ambiente gráfico Gnome e por mais que já tenha usado por um tempo, não consigo me adaptar com o KDE, nada contra, simplesmente me adaptei melhor ao gnome e já tenho até algumas manias de como configurar meus painéis e tal...

A grande questão é que o KDE possui alguns aplicativos muito bons e consequentemente eu sempre os instalei no meu Gnome, aqui vão quais são os aplicativos e quais as alternativas que utilizo atualmente:

Kile

O Kile é um excelente editor de texto para documentos em LaTeX, usei por muito tempo e só recentemente descobri uma alternativa para ele.

Alternativa: Eclipse com o plug-in TeXlipse (visite a página do projeto no sourceforge), note que ainda é necessário ter os pacotes do LaTeX instalado, mas nada de KDE.

kTorrent

Outro excelente programa que utilizava do KDE, quando começeu a usar o linux (ubuntu na época) instalei todos os gerenciadores de torrent que constavam na minha lista do APT, deixando o kTorrent por último porque ia precisar instalar um porção de bibliotecas do KDE. Aconteceu que foi o único gerenciador de que satisfez àquela altura.

Alternativa: Deluge BitTorrent Client é um software que faz uso da libtorrent e utiliza pyGTK em sua interface, então você pode precisar instalar algumas outras bibliotecas do python. Esse software supriu todas as minhas necessidades e substituiu o kTorrent sem perder em nada!

Amarok

Novamente um excelente programa! Player/Gerenciador de músicas com o estilão do iTunes.

Alternativa: Por enquanto estou testando o SongBird da Mozilla, por enquanto esta se saindo bem e as atualizações dele caminham para boas melhorias, a nova versão 0.7.0 já possui capacidade para mostrar/inserir arte de capa para os albuns! Está instalado a apenas 2 dias e ainda estou testando para ver se me adapto a ele. É o último aplicativo que falta para eu não mais precisar das bibliotecas do KDE!

Qualquer dúvida, crítica ou sugestão: feel free to comment! Outras sugestões de softwares também são bem vindas!

Até mais!

Post to Twitter Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook